O universo de um jeito que você nunca viu...: Julho 2009

sexta-feira, 31 de julho de 2009

E se espécie humana desaparecesse ?


Reportagem retirada da Revista Super Interessante, de data indeterminada. Tópico copiado da comunidade Flamengo (Oficial).

Saiu na revista Superinteressante deste mês uma página intitulada: "E se a espécie humana desaparecesse do planeta"? Para quem não tem a oportunidade de lê-la, aqui segue o texto:
.
Após 4 a 20 anos, os animais domésticos voltariam ao estado selvagem.
Esse período representa entre 2 e 10 gerações de espécies como cães, porcos e bois. Ser selvagem está na genética destes animais, mas isto é reprimido pelo convívio com os humanos. Sem nós, eles sofreriam inclusive mudanças anatômicas. Cães se tornariam mais parecidos com lobos e voltariam a viver em matilhas, e porcos assumiriam aspecto similar a javalis.
.
Após 20 anos, o trecho urbano do Rio Tietê estaria 100% limpo.
Sem lixo químico e dejetos produzidos pelos humanos sendo despejado continuamente no trecho que atravessa a cidade de São Paulo, o Tietê otimizaria seu processo - constante mas ineficaz na atualidade - de auto-limpeza. Em apenas 20 anos, estaria tão limpo quanto era antes de os portugueses chegarem ao Brasil.
.
Após 70 anos, a camada de ozônio estaria sem buraco algum.
Para sua recuperação total, bastaria simplesmente o fim completo da emissão de gases como o CFC e o amoníaco.
.
Após 300 anos, a temperatura global começaria a cair.
O fim da emissão de CO2 por veículos, indústrias e queimadas brecaria na mesma hora o aquecimento global. A temperatura se estabilizaria nos atuais 14,7ºC (prevê-se que ela subirá até 5ºC até o fim deste século)

Após 1000 anos, nossas construções apodreceriam até desaparecer por completo.
Sem a devida manutenção, o concreto de um prédio começa a apresentar rachaduras e fissuras em 100 anos. Em 500 anos, com as estruturas metálicas se esvaindo em ferrugem, a estrutura desmoronaria. E em mais 500, tudo viraria pó.

Após 5000 anos, a mata atlântica engoliria São Paulo.
Depois do desaparecimento das construções e do colapso da estrutura asfáltica, ainda seria necessária a recuperação do solo para que árvores de grande porte pudessem reocupar o terreno que outrora dominavam.

Após milhões de anos, o petróleo seria farto novamente.
O processo de decomposição natural que forma o petróleo nunca cessou, mas é muito lento e nossa demanda por ele alta demais. Com o fim da extração, as reservas de petróleo levaria de muitos milhões a poucos bilhões de anos para voltar ao nível do Século XIX, antes da exploração maciça.

O mais interessante de tudo é constatar como a natureza iniciaria sua recuperação logo após nossa extinção. Coisas que hoje consomem milhões em dinheiro e nunca ninguém consegue resolver a vários e vários anos, como o caso da despoluição do Rio Tietê, a natureza faria de graça em apenas 2 décadas, menos tempo do que a maioria de nós está vivo.

Somos comprovadamente a grande doença do planeta.
E, como toda doença, deve e precisa ser curada.

Mas agora aqui vai a minha opnião:
Na fonte onde eu vi isso muitas pessoas disseram que a humanidade deveria se extinguir por completo para deixarmos o planeta em "paz".

A religião diz que nós seríamos o centro da criação, então qual a lógica da vida em si continuar se nós formos extintos ? A ciência diz que a vida evoluiu de alguma colônia de protozoários que chegou aqui de carona com algum asteróide na época do bombardeamento, mas por que chegamos ao topo da cadeia alimentar ? Será que a inteligência que é a nossa vantagem evolutiva que durante tanto tempo cuidou de nós agora vai nos detruir ?

Agora parem pra pensar, se aconteceu a mesma coisa em Marte ou em outro planeta rochosa do Sistema Solar ? Vai que Marte tem alguma civilização perdida? Com técnologias superiores a nossa.

Outro ponto, se nós desaparecessimos, uma outra espécie evoluíria a ponto de se tornar inteligente e dominar o mundo ? Ela deixaria a ambição e ganâncias dominá-la assim como nós fomos dominados por esses sentimentos ?

Mas agora acho melhor eu parar de escrever, esse "pequeno" trecho já faz qualquer um refletir bastante. Quem se interessar no assunto e quiser trocar idéia só entrar em contato comigo, vou adorar discutir essas coisas. Abraços

Detalhes da imagem: Ponte 25 de Abril, em Portugal, que liga as cidades de Lisboa à cidade de Almeda. A imagem retrata a ponte 300 anos depois do desaparecimento do homem.

Obrigado pela atenção!!!

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Cretinismo, a doença do Peter Pan


Essa doença me chamou muito a atenção, então resolvi fazer uma matéria sobre ela. Sem muito o que dizer, aí vai:

O Cretinismo é uma deficiência mental provocada por Hipotireodismo congênito.

Durante o desenvolvimento do recém-nascido a ausência da tiroxina, um dos hormônios da tireóide, impede o amadurecimento cerebral normal. Na maior parte das vezes é decorrência de um defeito na formação da glândula, mas pode ser devido a uma deficiência enzimática em um dos passos no processo de síntese do hormônio. A incidência da doença é em torno de 1:3000 nascimentos. A identificação da doença se faz pelo teste do pezinho, processo de triagem neonatal, a partir de uma gota de sangue retirada do calcanhar da criança. Não apresenta sinais nos primeiros meses de vida, o que torna o processo de triagem fundamental para a prevenção de uma deficiência mental.

Um recém-nascido sem glândula tireóide pode ter aparência e função normais, isso porque foi suprido com certa quantidade de tiroxina pela mãe enquanto no útero. Contudo, algumas semanas após o nascimento, se o caso não for descoberto e tratado com urgência, este bebê possivelmente começará a apresentar lentidão nos movimentos, retardo do crescimento físico e deficiência no desenvolvimento mental.

Detalhes da imagem: Essa é Maria Audenete, a "garota" que me incentivou a fazer a matéria.
O detalhe é que ela sofre da doença e tem 28 anos. Como ela mora numa roça muito "crocada" e os pais dela não tinham informação nem meios nenhum de chegarem a um médico eles foram deixando de lado e isso o que aconteceu

Obrigado pela atenção!!!